Exercício físico gravidez: quais praticar, cuidados e benefícios

Exercício físico gravidez: quais praticar, cuidados e benefícios 1

Ainda há um tabu de que praticar exercícios durante a gravidez pode ser prejudicial ao bebê. Porém, desde que praticados com segurança e com recomendação médica, os exercícios físicos trazem diversos benefícios.

Neste texto, vamos abordar quais são esses benefícios, exercícios que podem ou não ser feitos durante a gravidez e os principais cuidados nesse período. Confira!

Benefícios do exercício físico na gravidez

Alguns dos benefícios proporcionados pelos exercícios físicos na gravidez são:

  • Controle do peso;
  • Diminuição do inchaço;
  • Maior sensação de bem-estar;
  • Redução dos riscos de diabetes gestacional;
  • Aumento da chance de sucesso de parto normal;
  • Prevenção da depressão pós-parto;
  • Diminuição da incidência de incontinência urinária;
  • Diminuição do estresse e ansiedade;
  • Melhor recuperação no pós-parto.

Em geral, a prática regular de exercícios físicos torna a gravidez mais segura e tranquila, além de mais saudável para a mãe e o bebê.

Porém, é de extrema importância que haja um acompanhamento médico, a fim de evitar complicações.

Quais exercícios fazer durante a gravidez?

Os exercícios recomendados durante a gravidez são:

  • Caminhadas;
  • Corridas leves;
  • Alongamentos;
  • Pilates;
  • Yoga;
  • Natação;
  • Hidroginástica;
  • Musculação em baixa intensidade;
  • Ginástica localizada.

A gestante não precisa fazer só uma dessas atividades, podendo alternar entre esses exercícios, sempre respeitando os limites do corpo.

Alguns exercícios, como o yoga e a ginástica localizada, precisam ser adaptados para as estantes, a fim de evitar lesões e quedas. Por isso, é essencial ter o acompanhamento médico e de um(a) profissional de Educação Física.

É recomendado que a gestante pratique 150 minutos de atividade aeróbica por semana, de intensidade moderada, para obter os benefícios que os exercícios físicos proporcionam.

Esse tempo deve ser dividido, no mínimo, em três dias por semana. Porém, a mulher pode fazer exercícios diariamente sem problema nenhum, contato que haja aprovação médica prévia.

O ideal é que a mulher faça exercícios durante todo o período da gestação. Confira cuidados e quais exercícios fazer em cada trimestre de gravidez:

Primeiro trimestre

Por conta dos sintomas característicos do primeiro trimestre de gravidez, como náuseas e cansaço, é preciso tomar cuidado com a intensidade e volume dos exercícios.

Para as gestantes que já praticavam atividades físicas regularmente, podem continuar com a rotina, adaptando alguns exercícios e tomando cuidado para não aumentar a intensidade da prática.

Já para aquelas que não tinham o hábito de prática atividades físicas, o ideal é conversar com um especialista para montar uma rotina de exercícios físicos adaptada para iniciantes.

Alguns dos exercícios recomendados para o primeiro trimestre de gravidez são yoga, caminhadas, corridas leves, ginástica e alongamentos. Atividades que fortaleçam pernas e costas também são muito indicadas.

Segundo trimestre

No segundo trimestre de gravidez, a mulher começa a ganhar mais peso e pode ter dor nas juntas. Porém, as náuseas e cansaço começam a diminuir.

Nesse momento, a gestante pode aumentar a quantidade e a intensidade dos exercícios, sempre com o acompanhamento médico, claro.

Por conta da mudança do centro de gravidade no segundo semestre de gestação, é preciso ter cuidado redobrado em atividades que exigem equilíbrio. Corridas leves já não são muito indicadas.

Terceiro trimestre

No último trimestre de gestação, é preciso diminuir a carga e intensidade dos exercícios. Mas isso não significa parar completamente!

Por conta do tamanho da barriga, alguns movimentos são limitados e é necessário um cuidado redobrado.

Atividades que fortalecem o assoalho pélvico são indicadas, pois ajudam a preparar para o parto normal. Exercícios na água, como natação e hidroginástica, também são muito recomendados nesse período.

Principalmente durante o terceiro trimestre de gravidez, é muito importante seguir à risca as recomendações médicas.

Quais exercícios uma grávida não pode fazer?

Durante a gravidez, há alguns exercícios físicos que a mulher não pode fazer. Qualquer atividade que apresente risco de lesões ou queda na barriga não deve ser praticada. Ainda, é preciso tomar cuidado para não forçar muito o abdômen ou costas da mulher.

Exercícios ou esportes de alto impacto ou de contato físico não devem ser praticados, como corridas, artes marciais, boxe, levantamento de peso, flexões, voleibol, futebol, basquetebol, etc.

Além disso, não devem ser feitas atividades em que é necessário prender a respiração ou que exigem que a mulher fique de barriga para baixo.

Se você ainda está na dúvida sobre qual exercício não pode fazer, sempre pergunte para o(a) médico(a) que irá fazer o pré-natal.

Cuidados com exercícios durante a gravidez

Praticar exercícios físicos é recomendado na gravidez, mas há alguns cuidados que precisam ser tomados a fim de evitar complicações:

  • Nem todas as gestantes estão aptas a fazer exercícios físicos! Mulheres com doenças cardíacas e pulmonares, hipertensão, pré-eclâmpsia ou sangramento vaginal não devem fazer atividades físicas;
  • Sempre tenha a liberação médica antes de praticar exercícios, mesmo que você não tenha nenhuma das condições citadas anteriormente. É imprescindível que um médico analise individualmente o caso de cada mulher e recomende as melhores atividades para ela;
  • Se possível, sempre tenha um(a) profissional de Educação Física acompanhando a prática de exercícios;
  • Beba bastante água durante a prática e modere na intensidade dos exercícios;
  • Evite se exercitar em dias muito quentes.

Quando interromper a prática de exercícios durante a gravidez?

A gestante deve interromper os exercícios, na hora, em casos de:

  • Dor abdominal;
  • Tontura;
  • Náuseas;
  • Dor de cabeça ou dor no peito;
  • Palpitações cardíacas;
  • Falta de ar (que não melhora após o repouso);
  • Sangramento ou corrimento vaginal;
  • Contração uterina.

Se você sentir qualquer um desses sintomas durante ou após a prática de atividades físicas, é preciso parar de fazer o exercício em questão e entrar em contato com um(a) médico(a).

 

Quer saber mais sobre como ter uma gestação saudável? Confira outros artigos aqui no blog da VIPfood!

One thought on “Exercício físico gravidez: quais praticar, cuidados e benefícios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, quer fazer seu pedido?