Alimentação BLW: conheça o método de introdução alimentar!

Alimentação BLW: conheça o método de introdução alimentar! 1

A introdução alimentar pode ser feita a partir dos seis meses de idade do bebê. Na maioria dos casos, as papinhas e purês começam a fazer parte da alimentação diária da criança.

Porém, existe uma forma diferente de introdução alimentar que oferece comidas sólidas: o chamado método BLW! Conheça mais sobre ele e como começá-lo:

O que é o método BLW?

BLW é uma sigla para Baby-Led Weaning ou, em tradução livre, desmame liderado pelo bebê. Trata-se de um método de introdução alimentar em que a criança tem autonomia: os alimentos são oferecidos sólidos, dispostos na frente do bebê para que ele os segure e os leve até a boca. Assim, é o bebê que decide o que e quanto irá comer, além de ditar a velocidade.

O método pode parecer um pouco assustador, afinal, como a criança sabe o quanto deve comer para se desenvolver com saúde? Mas, desde que nascemos, nosso organismo consegue se auto regular. É por isso que o bebê consegue ditar o quanto e quando irá beber o leite materno!

A alimentação BLW foi criada por Gill Rapley, uma enfermeira-parteira com mestrado em alimentação infantil, do Reino Unido.

Com a alimentação BLW, ela propõe que a criança faça parte das refeições familiares desde os 6 meses de idade. A criança é estimulada a comer por conta própria, já que ninguém lhe oferece os alimentos na boca com colheres.

Por fim, esse é um método que pode ser mais prático para os pais, visto que eles não precisam preparar pratos e nem dar de comer para a criança.

Porém, é normal que a criança, por sua curiosidade, cuspa e até jogue os alimentos no chão. Por isso, a limpeza da mesa, cadeirão e chão podem dar um pouco mais de trabalho.

Como iniciar o método BLW na alimentação infantil?

A alimentação BLW pode ser iniciada a partir dos seis meses de idade, em que a criança consegue se sentar sozinha, segurar os alimentos e levá-los para a boca. Antes disso, não é indicado que se comece o método.

É muito importante, também, o bebê estar sentado à mesa na hora da refeição, junto com o restante da família.

No método tradicional, os alimentos são amassados, misturados e oferecidos para a criança em uma colher.

Já no método BLW, os alimentos devem ser cortados em pedaços e colocados na frente da criança em uma distância que ela mesma alcance. Eles podem ser apoiados na própria mesa ou no cadeirão.

Além disso, não é preciso oferecer a comida para a criança. Na alimentação BLW, ela deve olhar para o que está na sua frente e escolher o que levará à boca. Ainda, não devem ser oferecidos talheres: ela deve comer com as próprias mãos.

Como preparar os alimentos no BLW?

Na abordagem BLW, o preparo dos alimentos consiste apenas no cozimento. No caso de frutas, elas devem ser servidas cruas. Não se deve amassar ou triturar nada!

Os bebês não conseguem fazer, ainda, o movimento de pinça com as mãos. Por isso, os alimentos devem estar cortados em formatos que a criança consiga segurar facilmente com as mãos e levar até a boca, como pequenos pedaços quadrados, tiras e bastões.

Benefícios da alimentação BLW

O principal benefício da introdução alimentar BLW é o incentivo a mastigação, importante no desenvolvimento motor da criança.

Além disso, sem passar pelo liquidificador, os alimentos mantém seus nutrientes intactos, como é o caso da fibra. Assim, quando sólidos, são mais nutritivos para a criança.

Ainda, o método BLW combate a obesidade infantil. Isso porque o bebê come lentamente e aprende aos poucos a mastigar a comida.

Essa forma de introdução alimentar permite que a criança explore novos sabores e texturas, diferentes das papinhas, em que os alimentos são misturados e têm sempre a mesma consistência.

Outra vantagem é que a alimentação BLW estimula desde cedo a autonomia do bebê, visto que é ele que decide o que, quanto e em que velocidade se come.

É um método seguro? Tem risco da criança engasgar?

Sim, a introdução alimentar BLW é segura. Porém há algumas medidas que devem ser tomadas para garantir que a criança não engasgue:

  • O bebê deve estar sentado e ereto ao comer;
  • Não deixe a criança comendo sozinha;
  • A atenção da criança deve estar na comida. Por isso, evite as distrações como brinquedos, televisão, tablets, celulares e brinquedos;
  • Não apresse a criança ou a pressione para comer mais;
  • O bebê não deve ser alimentado por outra pessoa;
  • Evite alimentos com risco de obstrução, como uvas, tomates cerejas e azeitonas, ou os corte em pedaços menores;
  • Retire o caroço das frutas.

De qualquer forma, há sempre um risco pequeno do bebê se engasgar, seja com alimentos, brinquedos ou outros objetos. Por isso, os pais devem aprender sobre o que fazer em uma situação de engasgamento.

O que dar para o bebê comer no BLW?

Não existe regras sobre qual alimento começar a dar para o bebê na alimentação BLW. De maneira geral, costuma-se começar com as frutas, pois são doces e agradam mais a criança.

Porém, há várias outras coisas que podem ser dadas de alimento na introdução alimentar. Confira:

  • Frutas: banana, maçã, pera, mamão, melancia, melão;
  • Legumes e verduras: cenoura, beterraba, chuchu, cenoura, brócolis, tomate;
  • Proteínas animais: frango, peixe, carne bovina, ovos;
  • Proteínas vegetais (grãos): feijão, ervilha, soja, lentilha, grão-de-bico;
  • Cereais e tubérculos: arroz, batata, batata doce, mandioca, macarrão.

Lembrando que tudo deve ser muito bem higienizado, a fim de evitar infecções na criança.

 

Quer saber mais sobre alimentação saudável? Confira os outros artigos do blog da VIPfood!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, quer fazer seu pedido?