Intolerância ao glúten: sintomas e opções saudáveis de alimentação

Intolerância ao glúten: sintomas e opções saudáveis de alimentação 1

A sensibilidade ao glúten é uma das diversas formas de intolerâncias e alergias alimentares. Conheça mais sobre a condição no texto abaixo!

O que é a intolerância ao glúten?

A sensibilidade ao glúten não celíaca, popularmente chamada de intolerância ao glúten, é a dificuldade ou incapacidade de digestão do glúten, proteína presente no trigo, centeio, cevada e outros cereais.

Pouco se sabe sobre as causas dela e como ela se relaciona a outras condições do mesmo tipo. Porém, a intolerância ao glúten causa diversas inflamações no intestino.

Por isso, pessoas com essa sensibilidade apresentam uma série de sintomas relacionados ao sistema gastrointestinal. Além disso, quando o consumo de glúten não é interrompido e as inflamações são contínuas, há uma dificuldade na absorção de nutrientes.

Por isso, é preciso diagnosticar a sensibilidade o mais cedo possível, a fim de retirar o glúten da dieta e evitar complicações mais graves.

Intolerância ao glúten e doença celíaca: qual a diferença?

Em muitos casos, confundem a intolerância ao glúten com a doença celíaca.

A principal diferença entre elas é que a doença celíaca é uma condição autoimune. Ou seja, as próprias células de defesa do corpo têm uma reação com o glúten, fazendo com que elas ataquem células e tecidos saudáveis. Os sintomas são semelhantes aos da sensibilidade ao glúten, porém são mais graves.

A intolerância ao glúten pode não ser uma condição tão grave quanto a doença celíaca, mas merece atenção de qualquer forma.

Sintomas da intolerância ao glúten

Grande parte dos sintomas da intolerância ao glúten acontecem logo após que ele é ingerido. São diversos os sintomas e nem sempre uma pessoa com a sensibilidade apresenta todos eles.

Lembrando que, se você apresenta um ou mais dos quadros apresentados abaixo, vale a pena buscar um(a) médico(a) para identificar se há ou não uma sensibilidade ao glúten.

Confira os sintomas:

Dor abdominal

Este é um dos sintomas mais comuns. Se não for identificada uma causa aparente para uma dor abdominal recorrente, pode ser um caso de intolerância ao glúten.

Diarreia e prisão do ventre

A diarreia e prisão de ventre são problemas considerados normais em episódios isolados. Mas quando acontecem todo dia, é sinal de que algo está errado com o organismo. Podem indicar uma sensibilidade ao glúten.

Inchaço abdominal

Também um dos sintoma mais comuns, ele causa uma sensação de barriga cheia e acúmulo de gases. Em geral, pessoas apresentam inchaço abdominal quando comem em excesso.

Mas, no caso da intolerância ao glúten, o inchaço abdominal não está ligado com a quantidade. Normalmente, ele acontece logo após a ingestão de um alimento que contenha glúten.

Dor de cabeça

Grande parte das pessoas com intolerância ao glúten sofrem com dor de cabeça e enxaquecas. Se não for relacionada a um outro problema médico, pode indicar intolerância ao glúten.

Fadiga

Pessoas com sensibilidade ao glúten podem sentir cansaço sem nenhuma causa aparente. Essa fadiga é constante, e pode chegar a atrapalhar a rotina.

Náusea

A náusea tem várias causas, mas em casos de pessoas com intolerância ao glúten, ela ocorre principalmente após refeições, em que houve a ingestão da proteína. 

Outros

A sensibilidade ao glúten não celíaca ainda pode causar dores nos músculos e articulações, depressão, ansiedade e anemia (devido à dificuldade de absorção de nutrientes).

O que não pode comer?

Visto que o tratamento da intolerância ao glúten consiste em retirar a proteína da dieta, separamos uma lista dos alimentos que contêm ou podem conter glúten:

  • Pães, massas, biscoitos, bolos e demais alimentos com farinha;
  • Cereais e barrinhas de cereais;
  • Ketchup, maionese, shoyu e temperos industrializados;
  • Cerveja, whisky, vodka, gin e ginger-ale;
  • Embutidos, como salame e alguns tipos de salsicha;
  • Alguns queijos e leites achocolatados.

É importante notar que muitos dos alimentos levam a adição de glúten, mesmo que não tenham trigo, centeio e cevada em sua fórmula. Isso porque a proteína pode ser adicionada para dar elasticidade e viscosidade aos produtos.

Além disso, em muitos casos, os alimentos em si não possuem ingredientes com a proteína e nem contam com sua adição. Porém, o produto pode ter sido fabricado em uma máquina que processa outros tipos de alimentos. Assim, pode haver vestígios com contaminação, que podem prejudicar quem tem intolerância à substância. Isso é chamado de contaminação cruzada.

Por isso, o melhor a se fazer é sempre olhar o rótulo. Já percebeu que em quases todas as embalagens contam com os dizeres “contém glúten” ou “não contém glúten”? Pois é!

No rótulo, o fabricante é obrigado por lei a colocar se o produto conta ou não com essa proteína. Ainda, se o produto não vier em uma embalagem ou o rótulo não estiver claro, é possível entrar em contato com o fabricante para tirar todas as dúvidas.

Opções saudáveis para quem não pode consumir glúten

Considerando que a intolerância ao glúten restringe a maioria dos alimentos industrializados, ela pode se tornar um convite para um estilo de vida mais saudável.

E, por mais que a condição restrinja o consumo de várias comidas, a verdade é que grande parte dos alimentos ainda estão liberados!

Confira o que continua fazendo parte da dieta daqueles com intolerância ao glúten:

  • Frutas, verduras e legumes;
  • Carnes e peixes;
  • Óleos, azeite e manteigas;
  • Arroz, batata, pão de queijo e tapioca;
  • Feijão, lentilha, quinoa, ervilha, soja e grão-de-bico;
  • Farinhas de arroz, mandioca, milho, entre outras;

Ainda, é possível investir em massas integrais e farinhas que não contenham a proteína para compor a alimentação diária.

Sem contar que, hoje, já existem diversos substitutos para o uso dos cereais com glúten. Restaurantes especializados em comidas sem glúten e sem lactose estão se tornando cada vez mais comuns.

Porém, ao comprar qualquer um desses alimentos, é essencial ler o rótulo ou entrar em contato com o fornecedor para ver se aquele produto realmente não conta com o glúten em sua composição.

 

Você está em busca de uma alimentação sem glúten? Confira as marmitas fitness da VIPfood. Temos opções para as mais variadas dietas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, quer fazer seu pedido?