Carne vegetal: entenda o que é e como é feita a carne do futuro

Carne vegetal: entenda o que é e como é feita a carne do futuro 1

Apesar do Brasil ser um dos maiores exportadores de carne do mundo, uma grande parcela da população está seguindo a tendência de uma dieta sem carne. A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) estima que há 30 milhões de pessoas que se declaram vegetarianas no Brasil. Esse número não é nada pequeno e só tem aumentado nos últimos anos!

Dentre os substitutos da carne que têm ganho espaço no mercado, está a carne vegetal. Entenda mais sobre ela:

O que é a carne vegetal?

A carne vegetal é um produto feito à base de proteínas vegetais, que busca imitar a carne bovina na aparência, sabor e textura. São diversas as plantas que podem ser usadas para fazer essa carne, sendo as mais comuns grão de bico, soja  e ervilha.

Essa nova forma de carne é muito atrativa para vegetarianos e veganos, visto que muitas delas passam a adotar esse estilo de vida por uma questão de ética e não por não gostar de carne. Assim, essa opção à base de plantas passa a ser uma forma dessas pessoas continuarem a comer “carne”, porém sem o sofrimento animal.

Como é feita a carne vegetal?

A carne vegetal pode ser feita através de diversas plantas e proteínas vegetais. Em geral, as carnes vegetarianas que estão hoje no mercado são uma mistura de diversos vegetais.

Como dito anteriormente, entre as opções mais comuns para o preparo desse tipo de carne estão a soja, grão de bico e ervilha. Em alguns casos, utiliza-se a beterraba para dar cor ao produto.

Além disso, são adicionados condimentos e outras substâncias orgânicas, seja para dar gosto ou imitar a aparência e textura da carne bovina.

De qualquer forma, trata-se de um produto feito com 100% de ingredientes vegetais. Mas, caso você seja vegetariano ou vegano, sempre verifique essa informação na embalagem dos produtos.

Há diferenças entre a proteína animal e vegetal?

Sim, há várias diferenças, a principal delas sendo a quantidade de aminoácidos que cada alimento contém. Os aminoácidos são as substâncias orgânicas que formam as proteínas. São 20 tipos de aminoácidos que existem na natureza e o nosso organismo não consegue produzir 9. Portanto, é preciso adquiri-los através da alimentação.

Considera-se uma fonte completa de proteína aquele alimento que fornece esses 9 tipos para o organismo, os chamados aminoácidos essenciais. Grande parte das proteínas animais são fontes completas de proteína, como o peixe, a carne bovina, carne de aves, como o peru, codorna e galinha, e laticínios, como o leite e queijo.

Já com as proteínas vegetais, é outra história. A maioria é incompleta, o que quer dizer que não tem pelo menos um dos aminoácidos essenciais. 

No caso de quem opta por uma dieta sem produtos de origem animal, é preciso combinar diversos alimentos para que todas as necessidades do organismo sejam atendidas.

Entretanto, é um mito que as fontes completas de proteína são apenas de origem animal. Alguns vegetais oferecem sim todos os aminoácidos essenciais, como é o caso da soja, quinoa e grão-de-bico.

No caso da carne vegetal, as empresas fazem um mix de plantas, o que permite que ela atenda às mesmas necessidades nutricionais de uma carne normal.

Por que a carne vegetal ficou tão popular?

Em 2019, foi lançado o chamado o “Futuro Burguer”, um hambúrguer de plantas da startup brasileira Fazenda Futuro. Isso fez com que houvesse mais atenção para a carne vegetal na mídia e diversas pessoas passaram a discutir sobre o assunto.

Mas essa não foi a primeira empresa que lançou um produto assim ao mercado. Multinacionais como BRF e JBS, além de outras startups internacionais como Impossible Foods e Beyond Meat, já estão investindo e trazendo novos produtos ao mercado da carne vegetal. Além disso, diversas redes de fast-food passaram a oferecer, nos últimos anos, a opção de hambúrgueres à base de plantas.

Já deu para ver que diversas empresas já estão investindo e criando produtos nesta nova proposta, não é? De acordo com o Barclays, o mercado de carne vegetal pode chegar a 140 bilhões de dólares na próxima década. Isso é equivalente a 10% do mercado de carnes hoje.

Porém, ainda hoje, há pessoas que são relutantes em experimentar a carne vegetal. Mas não há como negar que ela faz parte do futuro da alimentação humana!

Benefícios da carne vegetal

A carne vegetal:

  • É mais saudável, visto que não têm tantas gorduras saturadas como a carne normal;
  • É melhor para o meio ambiente, já que a agropecuária é uma das principais causas da emissão de gases do efeito estufa e consumo de energia e água;
  • Diminui o sofrimento animal;
  • É uma ótima opção para quem é ou quer se tornar vegetariano/vegano, mas não consegue abrir mão da carne.

Pontos negativos da carne vegetal

Infelizmente, nem tudo são flores. A carne vegetal também tem seus problemas.

O principal deles é que, apesar da proposta da carne vegetal é que ela seja mais saudável, na maioria dos casos ela é uma comida ultraprocessada. Ou seja, durante a produção, ocorre a adição de diversos ingredientes que não fazem bem para a saúde, como sal, açúcares, gorduras, corantes e substâncias sintetizadas em laboratório.

Algumas pessoas que buscam por uma alternativa mais saudável e natural, acabam se enganando pela proposta de uma carne à base de plantas e consomem um alimento industrializado.

Isso é muito preocupante, já que quando consumidos em excesso, esses alimentos podem causar obesidade, aumento do colesterol, hipertensão, infarto e diversas outras doenças.

Por isso, se você for comprar uma carne ou hambúrguer vegetal, preste bastante atenção nos ingredientes que estão na embalagem.

Ainda, tem como fazer uma carne vegetal em casa ou encomendar de empresas menores que a preparem de uma forma mais saudável. Mas, é claro, essas opções não irão se assemelhar tanto à carne bovina como a carne vegetal ultraprocessada.

 

Apesar de ser uma grande tendência, a carne vegetal pode não ser tão benéfica assim para a saúde. Confira o nosso blog para mais informações e notícias sobre alimentação saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, quer fazer seu pedido?