Sal – Como usar?

sal na colher fundo preto

E ai pessoal, tudo bem? Hoje nós vamos falar sobre algo que está muito presente no nosso dia a dia. O sal! Algo que parece tão pequeno, pode interferir diretamente na nossa saúde. Por isso devemos estar atentos as quantidades de consumo. Vamos ver um pouco mais sobre os efeitos que podem ocorrer no nosso corpo.

Sal

O Sal é um composto mineral formado basicamente por cloreto de sódio (NaCl), são necessários para a sobrevivência de todos os seres vivos. Em condições normais se apresenta como um sólido branco e cristalino. Existem grandes quantidades de sal nos mares e oceanos, que ficam mais aparentes quando a água sofre evaporação. O sal traz um benefício referente ao paladar, mas devemos tomar cuidado, pois pode trazer não só um sabor agradável, como também diversas alterações no nosso organismo.

Efeito do Sal no organismo

O sal é necessário para o funcionamento do corpo, pois basicamente controla o volume de líquido que fica para dentro e para fora da célula. Ele é responsável pelo controle da pressão osmótica. O sódio, no nosso organismo, vai ser encontrado a maior parte das vezes, fora das células.

O controle da osmose ocorre da seguinte maneira, se há muita concentração de sódio no corpo, mais líquido sai das células. Esse mesmo líquido entra na corrente sanguínea, que é onde se encontra a maior parte da água no nosso corpo. O grande problema é que esse volume de água fora das células, que está no sangue vai gerar inchaço e ou tão temido aumento da pressão arterial.

Por isso o efeito direto da alta concentração de sódio no corpo vai ser o aumento da pressão arterial, pois quanto mais água nos vasos, maior tensão eles vão enfrentar. Em decorrência o coração vai ter que fazer mais força para bombear o sangue para o corpo. O maior problema dessa situação, quando se torna recorrente é que o coração é um músculo, e como todo músculo ele cresce, hipertrofia e engrossa. Por esse motivo a hipertensão arterial crônica causa danos aos vasos, fazendo com que aos poucos vá se criando pequenas lesões.

DICA: Para as pessoas que apresentam pressão baixa, o risco é menor. Mas o recomendando é que o indivíduo fique hidratado. O aconselhável é que beba água ao invés de consumir sal quando sentir que a pressão está ficando baixa.

O excesso de sal também pode causar problemas nos rins, já que o nosso rim é o maior responsável por tirar tudo isso do nosso corpo. Pode até aumentar o peso na balança. Pelo acúmulo de líquidos, mas também por má escolha alimentar. A pessoa come o alimento com mais sódio e tem mais sede. Em vez de beber água, busca bebida mais açucarada ou alcoólica.

Tipos de Sal

Tanto se fala da diferença entre os tipos de sais, quais são melhores para o nosso organismo, mas a diferença é mínima. A quantidade de sódio presente nesses sais com apelo mais gourmet é praticamente a mesma da versão mais comum. Portanto, Sal é essencial na comida. Varios tipos de sal oferecem resultados e nutrientes diferentes para vocêem excesso, eles também provocam o aumento da pressão arterial e seria necessário pesar muito a mão no saleiro para que pudessem ser considerados fontes de determinados minerais.

Sal Rosa

Mais conhecido como sal do Himalaia, como podemos ver pelo nome, são extraídos na Ásia nas salinas do Himalaia, é o mais conhecido dentro os sais gourmet, tem uma tonalidade rosa. O que facilita a detecção do sal falso, se os colocar em água e soltarem a tonalidade é sinal de que foi utilizado corante. Cinco gramas do bendito sal rosa contêm apenas 8 mg de cálcio, sendo que a meta diária desse nutriente é 1 000 mg.

Sal marinho

Como o próprio nome sugere, é obtido a partir da evaporação da água dos mares, como foi mencionado no texto acima. Encontram-se estocados em represas, embora os retirados de depósitos formados por mares que secaram há milhares de anos também possam ser classificados assim. Esse sal é diferente do produzido industrialmente, isso faz com que mantenha suas características químicas.

A secagem ocorre pelo sol, os nutrientes são preservados e não há adição de agentes para torná-lo mais branco nem de substâncias para controlar sua umidade natural e deixá-lo soltinho.

Sal negro

O mais popular por aqui é o kala namak, de origem indiana. O sal é uma mistura, composto por sal do Himalaia, também vai conter ervas e frutas da região. É considerado um ótimo remédio para as funções gastrointestinais.

Por conter um alto teor de enxofre, esse tempero tem um cheiro parecido com ao de ovo. Tal característica fez que ele ganhasse espaço na culinária vegana, em especial no preparo de massas e saladas.

Flor de sal

Conhecido por ser muito delicada, a flor de sal é uma das mais puras de sua categoria. A sua produção é complicada, e é feita com muito cuidado, difícil produzir um aglomerado de cristais de sal, pois é necessário muito sol e pouco vento. Estima-se que apenas um quilo desse ingrediente seja extraído a cada 80 quilos produzidos.

É recomendado que só se use em finalizações dos pratos, pois assim não pede a textura que é grande parte da sua qualidade.

Sal grosso

É um sal com a granulação rústica. É muito utilizado para um fazer bom churrasco porque, frente à versão refinada, salga e desidrata menos a carne, além de aderir melhor ao alimento. Quem quer incluir essa variedade no dia a dia, encontra grande dificuldade em acertar a quantidade. A melhor dica é ter a mão um moedor ou um liquidificador, para moer o sal.

Sal light

Composto de 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio, é a melhor opção para os hipertensos. Só que muita gente entende que então não é necessário segurar o uso desse sal, é importante ter a consciência que independente da composição do sal, é necessário que se tenha controle sobre o uso. Deve-se utilizar a mesma quantidade aconselhada para os demais sais. Do contrário, não haverá redução na ingestão de sódio e no risco de eventos cardiovasculares.

Devemos lembrar que o grande problema do sal é a grande concentração de sódio. Por isso não devemos ficar atentos somente aos alimentos durante a preparação das refeições, mas também dos produtos industrializados. Por isso a importância na hora de conferir os rótulos dos alimentos para equilibrar a ingestão de sal, procure por produtos com menos quantidade de sódio. Vale prestar mais atenção a enlatados, embutidos, cereais em flocos e até mesmo adoçantes.

Lembrando o que sempre dizemos, equilíbrio é tudo pessoal. Por isso devemos estar atentos ao que consumimos. Por hoje é isso pessoal, o que vocês acharam? Como fazem o uso do sal? Costumam usar algum sal diferente? Me contem

Até semana que vem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá, quer fazer seu pedido?